Artigos

18 SEP 2018 | Gestão Estratégica e Liderança | Sérgio Lima

Pensamento Estratégico I - aqui começa sua vantagem competitiva.

Parte I: Conceito - Disciplina - Preparação: seja um Estrategista.

Conceito:

                      "Estratégia não diz respeito a uma escolha, mas a várias"

Existe uma complexidade intrínseca em desenvolver uma estratégia, um erro fatal é subestimar tal complexidade e partir para definir as prioridades:

                     "Ir direto ao que interessa é um erro, um erro trágico"

Outro erro natural, e mortal, é não sair da Zona de Conforto:

                      Os Gestores ficam "presos" a estratégias e prioridades que mantém ou                              manterão os negócios como estão: business as usual. 

                      Assim são desenvolvidas "velhas" melhorias para "vencer" o mercado                                "passado" em vez de olhar para o mercado "futuro".

Antes de tudo o pensamento estratégico (pelo próprio nome e significado) é um processo cognitivo (processo mental de aquisição e utilização de conhecimento) praticado por uma Pessoa (ou conjunto delas) que imagina ou concebe o futuro de uma Organização levando em consideração fatores ambientais e suas próprias competências.

O objetivo primário do pensamento estratégico é inicialmente criar, imaginar, formular livremente estratégias (*) que mantenham, ou tornem, a Organização competitiva frente às novas, e talvez nem conhecidas, necessidades do Mercado.

(*) Objetivo da estratégia: através do pensamento estratégico, identificar meios que criem uma posição de valor que satisfaça os Clientes e crie uma vantagem sustentável em mercados competitivos.

"A estratégia baseia-se em proposição de valor diferenciada para os Clientes e a satisfação do Cliente é a fonte de criação de valor sustentável"  Kaplan e Norton. 

Considerando que estamos vivendo num momento ou ambiente VUCA (*), o pensamento estratégico torna-se ainda mais necessário ser exercitado e é uma responsabilidade primária e intransferível da Alta Direção podendo, ou não, ter uma participação coadjuvante dos executivos ou gestores.

(*) VUCA

  • V = Volatilidade (volatility): turbulências, mudanças sem padrões previsíveis, mais frequentes.
  • U = Incerteza (uncertainty): imprevisibilidade de acontecimentos ou eventos.
  • C = Complexidade (complexity): difícil compreensão de inúmeros fatores que afetam a Organização.
  • A = Ambiguidade (ambiguity): os eventos e acontecimentos possuem diferentes sentidos com causas pouco claras e de difícil determinação.

Para praticar o pensamento estratégico com resultados qualitativos, e não mera elucubração (especulação imaginativa), é necessária uma disciplina no "exercício de pensar" e, principalmente, que essa prática se torne uma rotina periódica, firme e um compromisso da Alta Direção; assim vai-se aprimorando o resultado obtido.

Disciplina:

Vamos preparar as conversas estratégicas.

1- Estabeleça uma rotina periódica para uma Conversa Estratégica: mensal ou, no mínimo, trimestral.

2- Não encare a Conversa Estratégica como um experimento: é necessário a permanência e perseverança dos participantes.

3- Interiorize que é sempre necessário pensar estrategicamente: não é fácil ponderar no logo prazo, é preciso ter coragem, senso crítico e compromisso com o futuro da Organização.

 

Preparação Individual

1- Preparação cognitiva:

  • Em junção com pensamento linear (conhecimento adquirido, experiências vividas, fracassos aprendidos e tudo mais que somos) é imprescindível praticar e aperfeiçoar um pensamento não linear.
  • Pensamento não linear popularmente chamado como: pensar fora da caixa e até mesmo sem a caixa.
  • Ter humildade: abertura genuína para receber novos conhecimentos.
  • "Ter habilidade de aprender o ponto de vista da outra pessoa e ver a coisa tão bem pelo ângulo dela quanto do seu". Henry Ford
  • Estar aberto a ouvir ou receber insights diversos, e de diversas fontes: ir além dos limites do seu negócio.

 

2- Preparação Pessoal: mude seus hábitos, adquira novos!!

  • Habituar-se a ler: livros, artigos e sites especializados, incluindo estrangeiros.
  • Participe de algum Seminário e/ou Evento Empresarial: converse com outros profissionais.
  • Saia do seu local de trabalho, visite "lugares" e avalie possibilidades.

 

3- Preparação Estruturada: vamos alinhar o que fazer nas Conversas Estratégicas

  •  Esteja "antenado": observe e aprenda a identificar tendências.
  • Disciplinadamente organize todas as informações que julgar relevantes (fontes / datas) em alguma planilha e/ou similar que possa ser apresentada aos colegas.
  • Avalie e organize quais problemas, eventos ou fatores que se repetem e/ou pioram no ambiente interno da Organização: apresente aos colegas.
  • Pensar criticamente: as respostas são as perguntas, faça todas as perguntas "difíceis".
  • Desafie o "status quo" (estado atual) se for necessário entender o que precisa ser feito que resulte numa solução melhor.
  • Sem desafiar, as respostas serão as mesmas.
  • Não tenha medo de perguntar, inquerir, indagar e não aceite algo fácil, um "prato pronto", pois isso não existe numa visão estratégica.
  • Se aceitarmos o que temos como verdade absoluta, vamos perder nossa capacidade estratégica e, com o tempo, nossa vantagem competitiva.

 

Comporte-se como Estrategista:

Aprenda a organizar sua comunicação oral e escrita.

  • É crucial saber comunicar seus pensamentos, não "morra" com eles por dificuldade de ordenar sua comunicação; por isso ler é tão importante.
  • Tenha toda atenção ao que é efetivamente importante e coloque como foco o entendimento dos seus pensamentos pelos colegas.
  • Seja breve, simples (sem detalhes táticos) e experimente colocar sua resposta, ou seu ponto, sem muita explicação, afinal estamos entre colegas.
  • Senso de Urgência: imprescindível ter seu tempo para pensar fora das demandas diárias
  • Priorize suas atividades, atue naquilo que só você pode fazer (seja sincero com você mesmo) e delegue tudo mais.
  • Delegue, delegue, delegue: você precisa pensar, analisar e propor estrategicamente, é sua responsabilidade.

 

Resumo:

  1. Pensamento estratégico é um exercício permanente voltado para o futuro da Organização, para onde deve ir, e tem como objetivo desenvolver uma estratégia que determine, ao final - qual proposição de valor será "entregue" ao Cliente; o detalhamento de como fazer isso é feito no Planejamento Estratégico.
  2. Crie um ambiente que propicie - periodicamente - uma conversa estratégica entre os membros da Alta Direção, com respeito e compromissos com a Empresa, sem vieses emocionais que corrompem a visão de futuro

 

Bibliografia Pensamento Estratégico:

Artigos HBR e HSM ; Mapas Estratégicos e Execução Premium: Kaplan e Norton; Entendendo Michael Porter: Joan Magretta; Peter Drucker - Melhores Práticas : Willian Cohen; Mentalidade de Fundador : Zook e Allen ; Senso de Urgência : John Kotte; Conceito Estratégia: Donald Sull - MIT ; Stefano Turconi -London Business Scholl ;Charles Sull e James Yoder - Charles Tames Strategy Consulting



Sérgio Lima
Consultor Gestão Empresarial - Melhoria de Desempenho Organizacional
Graduado em Engenharia Química com especialização em engenharia de processos e Pós-Graduação em Administração Estratégica. Trinta anos de experiência executiva e consultoria.

« voltar para ver mais Artigos