Artigos

01 OCT 2018 | Gestão Estratégica e Liderança | Sérgio Lima

Pensamento Estratégico II - entre na Competição

Resumo Pensamento Estratégico I : Seja Estrategista

Pensamento estratégico é um exercício permanente voltado para o futuro da Organização, para onde deve ir, e tem como objetivo desenvolver uma estratégia que determine , ao final - qual proposição de valor será entregue ao Cliente; o detalhamento de como fazer isso é feito no Planejamento Estratégico.

Crie um ambiente que propicie, periodicamente, uma conversa estratégica entre os membros da Alta Direção, com disciplina e compromissos com a Empresa, sem vieses emocionais que corrompem a visão de futuro.


Parte II : Formule e pratique Estratégia - entre na Competição

Início da formulação de uma estratégia. 

Reveja e alinhe - sempre - sobre o propósito (missão), valores e aspirações futuras (Visão) da Empresa.

Precisamos saber, a todo momento, dos fundamentos do que a Empresa faz: por que estamos nesse negócio?

Ferramentas ou metodologia que estruturam uma análise estratégica:

  • Fatores externos - Pestal - políticos, econômicos, tecnológicos, social, ambientais e legais
  • Fatores internos - SWOT - pontos fortes, fracos, oportunidades e ameaças
  • As 5 Forças - Porter
  • Mensuração baseada no BSC: Financeiro, Clientes, Processos e Aprendizado / Crescimento.
  • Modelo de Negócio Canvas

Estratégia: 

Descreve como uma Organização pretende criar valor para os acionistas, clientes e cidadãos.

A boa estratégia tem uma visão holística da Organização e não as perspectivas isoladas de cada área da Organização.

A estratégia é um processo gerencial que precisa ser comunicado, avaliado (mensurado) e atualizado.

Divulgue a estratégia na Organização: é fator de sucesso a compreensão da estratégia por toda Empresa / profissionais assim todos são capazes de relacionar suas atividades diárias com a execução da estratégia.

A Estratégia faz parte de um longo curso que movimenta toda a Organização.

Modelo que orienta e move toda uma Organização: proposto por Kaplan e Norton

  1. Missão: por que existimos
  2. Valores: o que é importante para nós
  3. Visão: o que queremos ser
  4. Estratégia: plano de jogo ou plano de voo
  5. Traduzir, mensurar e comunicar a estratégia: planejamento estratégico.
  6. Metas: o que precisamos fazer
  7. Objetivos Pessoais: o que preciso fazer
  8. Resultados.

Algumas abordagens disponíveis para formulação e desenvolvimentos de estratégias:

  • Posicionamento - Michael Porter: a vantagem competitiva é resultado na concentração em segmentos de mercado / Clientes, com escolha de uma estratégia de baixo custo ou diferenciação.
  • Competências Essenciais: desenvolve estratégias em torno de  nichos de mercados básicos onde desfrutam de expertise, credibilidade e profundo conhecimento das preferências dos clientes.
  • Oceano Azul: desenvolvem um novo e criativo posicionamento competitivo, sustentável, para uma grande base de clientes.

Qualquer que seja sua abordagem para o desenvolvimento de estratégias, o fato é: precisamos estruturar um "itinerário" diferente dos concorrentes que resulte na criação de uma vantagem competitiva sustentável que  gere retornos financeiros superiores (aos dos concorrentes).

 

Praticar Estratégia

Simplificar o desenvolvimento de uma Estratégia Executável em 3 passos

1º Passo:    Qual é a nossa Visão ? Deve ser intensa, inspiradora, viva, simples, integradora e forte viés INSURGENTE (*)

                    (*): desde uma ambição possível até criar um mercado novo

Pensar - business as complexity - é preciso ousar, é preciso pensar fora da caixa e, principalmente, fazer a caixa sair de você.

 Exemplos:

  • Google : "Organizar a informação do mundo e torna-la acessível e utilizável universalmente"
  • Ikea (varejista de móveis): "Criar uma vida cotidiana melhor para muitas pessoas"

É necessário que a visão - forte e insurgente - possa transformar o modo habitual em algo novo e desafiador infundindo nas pessoas / Organização as prioridades estratégicas com significado real e imediato.

 

2º Passo :    Quais são nossas vulnerabilidades / fraquezas ? No sucesso e fracasso na execução da(s) Estratégia(s).

É preciso simplificar as Escolhas Estratégicas, assim facilita-se a orientação e engajamento de ações das Equipes / Empresa.

Simplificar:

  • Apontar / escrever as Escolhas Estratégicas num Quadro Branco.
  • Mostrar a interdependências (conexões) entre as Escolhas
  • Identificar as vulnerabilidades: quais elementos são críticos para o sucesso e/ou fracasso na execução.

Dicas

  • Identificar as Escolhas com mais conexões: qual ou quais mais contribuem na geração de valor.
  • Coloque-se no lugar de uma Concorrente e/ou Statr-up: qual vulnerabilidade elas atacariam?

 

3º Passo :    O que deve ser focado e priorizado ? Avaliar as soluções para fraquezas e fazer escolhas !!!

É preciso fazer as escolhas avaliando os recursos e, muitas vezes, escolher entre objetivos concorrentes e até conflitantes

Simplificar:

  • Não apoiar muitos objetivos, isso pode ?matar? os objetivos essenciais
  • A maioria das prioridades estratégicas fracassam não em razão das mudanças no mercado, mas devido à falta de recursos.

Dicas

  • Definir prioridades estratégicas: a ausência de conflito entre os Gestores é um indicador de fracasso.
  • Se você tem tudo sob controle, você já está atrasado.


Competição

Competição, sem ela, não há necessidade de estratégia: Porter.

Competição disputa entre 2 ou mais pessoas para superar quem os desafiam e, numa perspectiva econômica, disputar a conquista de novos mercados / clientes.

Competição de Mercado: uma "luta" abrangente entre competidores (Empresas) numa disputa obstinada em criar um valor percebido e necessitado pelo Cliente.

Como criar esse valor na competição?

  • Desenvolva uma Estratégia que exponha, descreva e ilustre como sua Empresa (ou Organização) alcançara um desempenho superior aos competidores.

E mais: como criar esse valor de modo diferente dos concorrentes com resultado superior?

  • Desenvolva, dentro da estratégia, sua vantagem competitiva: sua proposição de valor única. 
  • Importante dizer que valor - em última análise - é determinado pelo Cliente.

 

Orientações de Autores para desenvolver uma boa estratégia:

Porter :

  • Almeje ser inigualável e não o melhor.
  • Demonstração de superioridade (ser o melhor) não é estratégia.
  • Competir para ser único: isso cria valor.
  • Seu objetivo é criar um valor superior e não medir forças com os outros competidores.

Kaplan e Norton:

  • Estratégia baseia-se em proposição de valor diferenciado aos Clientes.
  • Cria-se valor por meio de processos internos.
  • Processo: desenvolve a estratégia - Alinha a Organização - Planeja as Operações - Monitora -  Adapta.

 

Bibliografia Pensamento Estratégico:

Artigos HBR e HSM ; Mapas Estratégicos e Execução Premium: Kaplan e Norton; Entendendo Michael Porter: Joan Magretta; Peter Drucker - Melhores Práticas : Willian Cohen; Mentalidade de Fundador : Zook e Allen ; Senso de Urgência : John Kotte; Conceito Estratégia: Donald Sull - MIT ; Stefano Turconi -London Business Scholl ;Charles Sull e James Yoder - Charles Tames Strategy Consulting

 


Sérgio Lima
Consultor Gestão Empresarial - Melhoria de Desempenho Organizacional
Graduado em Engenharia Química com especialização em engenharia de processos e Pós-Graduação em Administração Estratégica. Trinta anos de experiência executiva e consultoria.

« voltar para ver mais Artigos